Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Quando o nosso sistema imunológico está em baixa, facilitam a proliferação do fungo causador da doença, pois os mesmos são muito resistentes.

 

Imagina só, ter candidíase uma vez já algo que incomoda bastante, agora imagina ter candidíase meses consecutivos, esse fato acaba com a paciência de qualquer pessoa, não é mesmo?

 

Infelizmente essa doença tem uma incidência muito grande em vários locais do Brasil.

 

Em algumas cidades como a capital paulista, no hospital de referência da doença, foram cerca de 60% dos atendimentos de pessoas que se queixaram do sintoma da doença, e quase 80% dos casos tinham a doença diagnosticada.

 

A temporada do verão que traz calor mais constante e consequentemente praia em alta, fazem com que a incidência da doença seja ainda maior.

 

Poucas pessoas sabem, mas o uso continuado de biquíni molhado é um dos fatores do contágio da candidíase.

 

Assim como, o uso de roupas apertadas e de roupas íntimas de tecido sintético também são prejudiciais.

 

Normalmente, a mulher em algum momento pode contrair a doença, visto que ela surge através de fungos na flora vaginal, pois eles permanecem presente podendo proliferar em determinadas situações.

 

Muitas mulheres recorrem ao uso de antibióticos para combater a doença, porém o que poucas sabem é que os fungos da candidíase são muito resistentes, normalmente eles sobrevivem aos ataques dos antibióticos e passas a multiplicar-se descontroladamente.

 

Como resultado começam a aparecer coceiras, corrimento esbranquiçado e pequenas feridas, como também as mulheres podem sentir dor nas relações sexuais e ao urinar.

 

A maioria das mulheres só procuram orientação médica quando há um incômodo muito grande por parte da doença.

 

O tratamento imediato é geralmente feito com uma medicação oral dose única e local, mas também podem ser feitos através do uso de pomadas no interior da vagina, aplicadas diariamente por aproximadamente 10 dias.

 

Com isso os sintomas tendem a desaparecer, mas o problema é que depois de pouco tempo as mulheres voltam a sentir os mesmos sintomas.

 

A principal causa está ligada diretamente a fatores imunológicos, e um dos principais fatores que precisa ser corrigido é a alimentação.

 

É preciso que a nossa alimentação seja regrada de todos os nutrientes indispensáveis ao nosso organismo, e é preciso dar um destaque especial alimentos ricos em vitamina C.

 

Outros hábitos precisam serem evitados como o uso do açúcar e a ingestão de bebidas alcóolicas.

 

No caso de a mulher ter uma reincidência maior de candidíase, a fim de evitar ardências na vagina ela tende a urinar menos e isso pode ocasionar um outro problema que é a infecção urinária o que faz com que se reduza mais ainda as defesas do organismo.

 

No entanto já existe um tratamento completamente natural, focado para que as mulheres acabem de uma vez por todas com esse vai e vem da candidíase.

 

Afinal de contas você precisa aprender a como acabar com a candidíase definitivamente.

Autoria e outros dados (tags, etc)